VARIZES O QUE SÃO? O QUE CAUSA? SINTOMAS? TRATAMENTOS?

As varizes são veias sob a pele das pernas, que se alargam. Eles são muito comuns e não causam problemas médicos na maioria das pessoas. Existem dois sistemas principais de veias nas pernas:

  • Veias profundas: os músculos das pernas comprimem as veias profundas durante a caminhada, transportando a maior parte do sangue de volta pelas pernas para o coração.
  • Veias superficiais: ocorrem sob a pele, menos importantes e podem formar varizes.

Todas essas veias contêm válvulas unidirecionais para garantir que o sangue flua em direção ao coração. A falha dessas válvulas permite que o sangue flua para trás pelas veias e resulta em uma sobrecarga de pressão quando em pé. Esse excesso de pressão leva ao alargamento das veias, para que elas não se fechem adequadamente.

do que se trata varizero

 O sangue flui de volta para a perna ao longo dessas veias e causa o desenvolvimento de varizes. A pressão elevada nessas veias também incentiva o desenvolvimento de veias de aranha e áreas descoloridas que parecem machucados.

CAUSAS DAS VARIZES

Veias varicosas e veias de aranha geralmente ocorrem em famílias e pode haver um componente hereditário. As mulheres são mais propensas a sofrer varizes e até 50% das mulheres podem ser afetadas. Fatores hormonais, incluindo puberdade, gravidez, menopausa, uso de pílulas anticoncepcionais e TRH afetam a doença.

GRAVIDEZ:  É muito comum as mulheres grávidas desenvolverem varizes durante o primeiro trimestre. A gravidez causa aumentos nos níveis hormonais e no volume sanguíneo, que, por sua vez, aumentam as veias. Além disso, o útero aumentado causa aumento da pressão nas veias. As varizes devido à gravidez geralmente melhoram dentro de 3 meses após o parto. No entanto, com gestações sucessivas, as veias anormais têm maior probabilidade de permanecer.

Outros fatores predisponentes incluem envelhecimento, repouso por longos períodos de tempo, obesidade e lesões nas pernas.

SINTOMAS DAS VARIZES

Muitas pessoas não apresentam sintomas de suas varizes, exceto pelo fato de serem notáveis ​​e de sua aparência ser embaraçosa. Além do embaraço cosmético, os sintomas mais comuns das varizes são dor, desconforto e peso das pernas, que geralmente são piores no final do dia. Às vezes, o tornozelo também pode inchar. Esses sintomas não são clinicamente graves, mas podem ser tratados se forem suficientemente problemáticos.

Embora as varizes possam piorar ao longo dos anos, isso geralmente acontece muito lentamente. Em algumas pessoas, a alta pressão nas veias causa danos à pele perto do tornozelo, que pode ficar de cor marrom, às vezes com áreas brancas cicatrizadas. Eczema (uma erupção cutânea vermelha) pode se desenvolver. Se essas alterações cutâneas puderem progredir ou se a pele estiver ferida, uma úlcera pode se desenvolver.

As alterações na pele são, portanto, uma boa razão para ir ao seu médico e encaminhar para um especialista. Em muitas áreas, existem clínicas especiais para curativos de úlceras nas pernas, supervisionadas pelos especialistas em pele e administradas por enfermeiros especialmente treinados. Seu médico de família pode encaminhá-lo para lá, em vez de procurar um cirurgião em primeira instância.

TRATAMENTOS PARA VARIZES

Os sintomas pioram ao longo do dia e geralmente podem ser melhorados com o uso de meias de compressão ou elevando os pés.

MEIAS DE COMPRESSÃO

As meias de compressão até o joelho, geralmente que fornecem 20 a 30 mmHg de compressão, geralmente ajudam a aliviar sintomas como dor ou inchaço. Essas meias comprimem as veias e impedem a circulação de sangue nas pernas. Se você possui seguro, a maioria das empresas exige que você use meias de compressão por pelo menos três meses antes de cobrir qualquer outro tipo de tratamento para varizes.

TERAPIA DE ABLAÇÃO

Se as meias de compressão fornecerem alívio insuficiente e se as veias afetadas forem retas o suficiente (determinadas pelo ultrassom), alguma forma de terapia de ablação (laser, radiofrequência ou injeção mecânica) é uma opção.

O tratamento é administrado no consultório do cirurgião vascular. Sua perna será limpa e colocadas cortinas estéreis. O cirurgião vascular injeta medicação entorpecente e insere um cateter (tubo fino) na veia. Normalmente, os pacientes sentem apenas a injeção de remédio entorpecente. O tubo é avançado por toda a veia e, em seguida, toda a pele ao redor fica entorpecida. O cateter de ablação é então iniciado e a veia tratada. Esta parte do procedimento é indolor e normalmente leva 20 minutos. Após o procedimento, a perna é envolvida com uma bandagem de compressão.

ESCLEROTERAPIA

Se as veias afetadas estiverem torcidas e não forem suficientemente retas, a escleroterapia pode ser recomendada. Com a ajuda do ultrassom, uma pequena agulha é avançada através da veia para injetar esclerosante, um produto químico que causa espasmos e coágulos na veia. Esse tipo de coágulo não é perigoso e é decomposto pelos processos naturais do seu corpo, de modo que a varizes desaparece. Pequenas veias “aranhas” podem ser tratadas da mesma maneira, usando uma agulha muito pequena.

PÓS TRATAMENTO

Após o tratamento, os pacientes devem continuar a usar meias de compressão para ajudar a impedir a formação de novas varizes e acelerar a recuperação após o tratamento de varizes.

LEIA MAIS SOBRE: CREME VARIZERO

Leave a Reply